Crítica: A baixa qualidade das TVs por Assinatura e a crise de identidade dos canais pagos (PARTE 1).

O Brasil vem passando por um grande problema na qualidade que as TVs por Assinatura oferecem a seus clientes, e na crise de identidade dos canais, os assinantes pagam valores exorbitantes para receber em troca um serviço meia boca e sofrer com a má qualidade da programação.

Vamos por etapas, primeiro vou colocar em questão a crise de identidade dos canais pagos, e o que os levou a pensar em audiência e não mais em qualidade, e depois a qualidade das TVs por Assinatura do Brasil que na minha opinião já tiveram sua “Época de Ouro”, mas isso explicarei no decorrer do post.

Bom como vocês viram na montagem, alguns canais mudaram de nome com o decorrer do tempo e outros não, mas a questão não seria nem o nome, mas a sua programação, já que quando você assina o pacote do seu canal preferido, é por que a programação dele lhe agrada.

  • O ‘Boomerang’ foi criado para transmitir os clássicos do Cartoon Network, desenhos da Hanna Barbera, dos estúdios MGM entre outros, mas o ‘Boomerang’ que hoje conhecemos não é mais nada disso, o canal se voltou ao público adolescente e começou a exibir séries e filmes, mudaram totalmente a essência que ele tinha, e o pior de tudo o ‘Boomerang’ só mudou sua programação na América Latina, nos Estados Unidos continua sendo exibidos desenhos clássicos. A Turner controladora do canal lançou a pouco tempo o ‘Tooncast’, novo canal para a exibição dos clássicos, sabe o que se chama isso? ambição, sede de lucrar, mas o motivo que levou a tudo isso eu vou dizer mais a frente.
  • O ‘Locomotion’ era um canal dedicado aos Animês adultos como “Evangelion”, e desenhos que tivessem uma liguagem para pessoas acima de 18 anos, como o “South Park” por exemplo, resolveram dar uma nova roupagem ao canal e dedica-lo somente aos animês japoneses, tiraram os outros programas da sua grade e lhe deram o nome de ‘Animax’, bom isso durou pouco, o canal novamente foi reformulado e agora começou a exibir séries de TV e outros programas, está deixando o nome ‘Animax’ de lado.
  • O ‘Discovery Kids’ era um canal adolescente como o ‘Nickelodeon’, voltado a programas de games, séries de TV, mas foi reformulado e teve seu público mudado para crianças de até 6 anos de idade.
  • A ‘USA Network’ se tornou o Universal Channel, pelo simples fato de o estúdio Universal querer ter seu próprio canal de TV na América Latina, como acontece com a Warner, Sony e a FOX, a mudança de nome não teve grandes perdas na programação, mas nos Estados Unidos o canal continua com o nome ‘USA Network’ e produz suas próprias séries de TV.
  • O ‘Hallmark’ foi vendido para a NBC Universal, que resolveu mudar seu nome para ‘Studio Universal’ na América Latina, reformularam sua programação, de um canal básico se tornou parte do pacote mais “caro” de algumas TVs por Assinatura (não conta os pacotes premiun), nos Estados Unidos o nome ‘Hallmark’ permanece e seu princípio continua o mesmo.
  • O ‘People & Arts’ era um canal dedicado a realitys shows e algumas séries, mas seu foco principal eram os realitys, canal que se diferenciava dos demais, mas como de costume ele também foi reformulado e se tornou mais um canal de séries e filmes agora com o nome de ‘LIV’.
  • A ‘FOX Kids’ morreu antes de outras operadoras de TV (em DTH) colocarem em sua programação, o canal infantil tinha contrato de exclusividade com a SKY, mas tudo mudou quando a Disney comprou o canal e mudou seu nome para ‘Jetix’, que durou pouco tempo, a Disney que tem o costume de consolidar sua marca mudou o nome para ‘Disney XD’, transformando seu foco num público infantil masculino.

A mudança de nomes não é nada comparado ao que está se tornando a programação de outros canais, os informerciais estão dominando, você paga uma fortuna para assistir propaganda do polishop ou de vendas de jóias. A ‘Warner Channel’ é praticamente impossível assistir um filme lá, você é obrigado a mudar de canal pelo comerciais sem fim, de 5 em 5 minutos colocam comerciais. O ‘Cartoon Network’ criado para exibir os novos lançamentos em desenho, hoje são exibidos filmes e até o nosso querido Chaves, tipo eu to no SBT?

Mas alguns canais continuam firmes e fortes com a sua proposta como o ‘Disney Channel’, ‘Nickelodeon’ e ‘HBO’ etc.

Agora vamos ao motivo que fez acontecer toda essa lambança, tudo começou quando as maiores empresas de TV por Assinatura da América Latina e México resolveram se unir e formar do resultado a maior empresa do segmento na região, DirecTV e SKY a partir do momento que oficializaram que estariam se unindo as controladoras dos canais já viram a chance de tirar proveito disso, já que o número de pessoas que estariam vendo seus canais seria muito maior e o número de novos assinantes que resultaria dessa fusão seria enorme. Com isso aconteceu uma coisa que jamais deveria acontecer na TV Paga, a audiência começou a contar, a sede de trazer novos patrocinadores e investimentos começou a valer mais que a qualidade na programação, uma coisa que deveria estar em segundo plano se tornou o primeiro, quando você assina uma TV por Assinatura quer fugir da má qualidade das emissoras abertas, ter mais opções, qualidade em primeiro lugar. O número de canais que estão sendo reformulados e perdendo sua essência é enorme, outro exemplo é a ‘Fashion TV’, canal que deveria ser voltado 100% a moda, em breve começará a exibir séries, entre elas ” Gossip Girl” por exemplo.

O que está acontecendo com o Brasil e a América Latina vai totalmente contra o principio e a criação da TV Paga, esse tipo de coisa não acontece nos EUA, e se ocorre é em menor proporção, já que por lá as emissoras fechadas hoje em dia concorrem também com as TVs abertas, já que o número de americanos que tem acesso ao serviço é enorme, mas o principal que acontece aqui não ocorre por lá, como no exemplo que eu dei do ‘Hallmark’, ‘USA Network’ e ‘Boomerang’.

O que nos reservará o futuro dos canais pagos na América Latina?

Bom termino esse post aqui, a segunda parte mostrará o resultado depois da fusão da DirecTV com a SKY no mercado brasileiro e a baixa qualidade dos serviços das novas empresas do setor.

Anúncios

Sobre williansallan

Amo Cinema,Séries,Tv e Música

Publicado em 25/02/2011, em Audiência, Não categorizado, Programas, TV e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. Muito bom o post. Tenho TV por assinatura desde 99 e de uns tempos pra cá, a qualidade tanto do serviço, como da programação estão indo de mal a pior. Assinamos um pacote e entre a programação temos infomerciais horríveis. Parabéns pelo post. Aguardo o segundo;

  2. Você poderia esclarecer o que são, e quem são, empresas de TV por Assinatura x Controladoras dos canais. Suponho que controladoras seja a Globosat. Como funciona, a Globosat faz um contrato com a Universal e tem direitos de transmissão do Universal Channel, quais são as outras controladoras. Como funciona o esquema geral? No post vc falou da Fashion TV, lembrou-me que a Directv transmitia integralmente todos os desfiles da SPFW ao vivo, não os picadinhos da Sky e os Canal de Shows da Directv então,
    ai que saudade…

    • Sim Marcio a Globosat é a controladora dos canais pertecentes ao Grupo Globo o Universal Channel é uma parceria da Universal com a Globo, mas a ‘dona’ do canal é a Universal, outra controladora é a Turner uma subsidiaria da Warner, o Fashion TV como vc citou é um canal controlado pela Turner, mas que a partir de maio se tornará Glitz, por que a Fashion TV Paris não quis renovar o contrato com a Turner por estarem mudando demais a programação do canal e fazendo ele perder seu sentido.
      Outra controladora é a Time Warner que cuida dos canais CNN por exemplo.
      Outra empresa é a Viacom que controla os canais VH1, Nickelodeon e os MTV (MTV Brasil é controlada pela Abril que comprou somente o direito de usar a marca).
      A News Corp. (Grupo Fox) controla os canais FOX, NatGeo, Speed, FX, Foxlife entre outros, o Grupo Sony controla os canais Sony, AXN e Animax.
      Espero ter tirado sua dúvida.

      • William, agora tenho uma ideia melhor das controladoras, mas sobre as “Empresas de Tv por assinatura” uma duvida:elas não podem ser controladoras tambem ou seja a Net, por exemplo, fazer a parceria direto com a Universal,roubando-a da Globo, eliminando o intermediario?
        Desculpe encher com uma questao tecnica e grato pela atenção.

  3. Marcio, não isso é ilegal, empresas de TV por Assinatura não podem controlar canais, o que elas podem fazer é criar seus proprios canais para serem exibidos somente para seus clientes, como acontece com a SKY (Mozaico SKY), Via (Canal Via) e Telefônica(Imagine TV) ou os canais ppv por exemplo.
    E não precisa se desculpar, qualquer pergunta estou aqui para responder =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: